31.3.09

Da série: guardanapos encontrados na máquina de lavar

O garçon limpou a mesa. Tirou a travessa de arroz e trocou a garrafa vazia por uma cheínha. Fiquei o observando por alguns minutos. Era um paraíba na casa dos cinqüenta, desdentado e oleoso... a camisa branca apertava-lhe o pescoço e a calça preta pescava siri. Tinha o dobro da minha idade e ganhava um quarto do meu salário, morava provavelmente num barraco de tijolo e talvez sustentasse uma família no sertão do Ceará, mas o filho da puta sorria. Sorria feito um porco na lama e isso fazia dele um vencedor. Muito mais vitorioso do que eu, que acabava de sair de uma longa noite de autógrafos.

Mas depois de alguns minutos, ele sentou num banquinho e passou a mão na careca. Respirou fundo e baixou a cabeça. Então seu sorriso sumiu, dando lugar ao cansaço e à melancolia. Subitamente. Pude ver então o fracasso em sua melhor forma. Na forma de um sonho belo que se converteu em um sonho velho. Moribundo, falso. Ele me enganou direitinho. E enganou a si mesmo. Por todos esses anos, o desgraçado enganou a todos nós. E nós o recompensamos com as nossas próprias mentiras. Matei a garrafa, peguei uma latinha, paguei com os dez por cento e fui beber na beira do mar. Suave.

2 Comments:

Blogger Mary Ellen Aquino said...

Olá,
Acompanho esse blog e tenho-o nos meus indicados e tenho um convite pra vc!
Abril é o mês da mentira eu e o meu amigo o também ator Antônio Barbosa decidimos montar uma campanha em nossos blogs: “ABRIL O MÊS DA MENTIRA REVELADA”. E queremos convidar todos os blogueiros a participar dessa campanha, escrevendo durante todo o mês mentiras do mundo, sobre qualquer mentira, vamos denunciar tudo que nos incomoda.
Adote essa campanha no seu blog de 1 a 30 de Abril de 2009.
http://maryellenaquino.blogspot.com/
http://antoniobarboza.blogspot.com/

6:13 PM  
Blogger Mary Ellen Aquino said...

Incrível, as pessoas se adaptam a tudo e não sentem falta do que não conhecem.

10:28 PM  

Postar um comentário

<< Home